Sobre distâncias e incômodos e algumas tristezas

Que atores virão? Que novos sentimentos se somarão aos que já carregam essas paredes? Talvez de mesma natureza, talvez outros. Que camadas serão alteradas no chão? Que luzes preencherão esse vão? Em que retinas tantas imagens escreverão? Quantas imagens?

Alberto Bitar

 

Em “Sobre distâncias e incômodos e algumas tristezas” (2009),  Alberto Bitar se ocupa em fixar a memória de um lugar que habitara por 20 anos. O vídeo é uma espécie de tributo, como diz o autor,  aos tempos vividos e aos que ocuparam de alguma forma aquele espaço.

Bitar entende o vídeo como um suporte para a fotografia. Seu trabalho autoral traz uma numerosa produção de fotofilmes. Desde 2002, com o curta Doris, realizado em parceria com Paulo Almeida, vem experimentando o diálogo entre imagem fixa e o audiovisual. Sua aproximação da fotografia se dá em 1991, em curso da Associação FotoAtiva, em Belém, onde descobre outras formas de enxergar o mundo. Participou da 30a. Bienal de Artes de São Paulo, foi agraciado com o Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia por dois anos e possui obras em acervos como a Fundação Biblioteca Nacional e Coleção Pirelli/Masp de Fotografia.

Experimental / cor / 6 min / 2009 / Brasil

 

Ficha Técnica:

Roteiro, Edição e Fotografia: Alberto Bitar

Direção de Arte: Alberto Bitar

Edição de som: Alberto Bitar

Produção Executiva: Alberto Bitar

Montagem: Alberto Bitar

Interpretação musical: Alberto Bitar

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>