Câmera Viajante

“Juazeiro tem um mistério muito grande. A gente sabe de um bocado e outro bocado só meu Padre Cícero é quem sabe. Juazeiro é um segredo. “

Isaías Amorim

” O retrato pintado é aquilo que você quer ser e não aquilo que você é…”

Júlio Santos

 

O fotógrafo ambulante é um ofício em extinção mas ainda presente no interior do Brasil, registrando festas populares e romarias principalmente no Nordeste. O filme de Joe Pimentel, codirigido pelo fotógrafo Tiago Santana, mostra o universo dos fotógrafos populares na cidade de Juazeiro do Norte, sertão do Ceará. A história é contada a partir da visão de cinco retratistas populares: Isaías Amorim, Dedé de Neusa e Francisco Belo, que trabalham com a mítica câmera Olympus Pen, apreciada por sua qualidade ótica e pela economia do formato meio quadro, além de Chico Alagoano que utiliza uma câmera lambe-lambe e de Júlio Santos que faz retrato pintado. Estes equipamentos e técnicas aparentemente obsoletas se mostram em toda sua modernidade no trabalho destes personagens que falam da importância da fotografia em suas vidas.

Joe Pimentel é natural do Ceará e iniciou sua carreira na década de 1980 com Super-8. Entre outros filmes, dirigiu o curta metragem ficcional Retrato Pintado de 2001, onde também aborda o tema da fotografia popular.

 

Documentário / Cor / 20 min / 35mm / 2007 / Brasil /

 

Ficha Técnica

Direção: Joe Pimentel

Codireção: Tiago Santana

Roteiro: Isabela Veras e Joe Pimentel

Produção executiva e pesquisa: Valéria Laena

Diretor de Fotografia: Eusélio Gadelha (Xuxu)

Som Direto: Danilo Carvalho

Montagem: Leandro Cazumbá e Joe Pimentel

Trilha Sonora: Ítalo Almeida

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>